Sa√ļde e Educa√ß√£o elaboram protocolo de retorno seguro às aulas

Por Redação Chapecó Mais em 12/07/2021 às 21:59:56

Os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Educa√ß√£o, Milton Ribeiro, defenderam hoje (8) o retorno dos estudantes às salas de aula. Os dois anunciaram a prepara√ß√£o de um protocolo de retorno e fizeram, de forma conjunta, um “apelo” a gestores municipais e estaduais para que comecem de imediato a prepara√ß√£o para essa retomada.

Segundo o ministro da Saúde, 80% dos professores do ensino b√°sico j√° receberam a primeira dose da vacina, o que possibilitaria, a partir de agosto, um retorno seguro às aulas. “Temos apoio da Unicef, da Unesco, da OMS e da OCDE [para isso]. H√° absoluto consenso de que vacina√ß√£o n√£o é pré-requisito para o retorno às aulas. Vamos, portanto, criar um protocolo conjunto que ser√° estabelecido por portaria interministerial, estabelecendo as regras para o retorno seguro”, disse ele ao reiterar que a narrativa de que o Brasil vai mal na vacina√ß√£o j√° estaria se dissolvendo.

A expectativa é de que a portaria com o protocolo de retorno às aulas seja publicada no início da semana que vem.

O ministro da Educa√ß√£o disse que o país “chegou ao limite”. “Somos um dos últimos países com as escolas fechadas. A perda é acadêmica, emocional e pode até ser considerada nutricional para muitas crian√ßas”, disse ele ao criticar “a falta decis√£o política dos entes federados l√° na ponta”.

Na avalia√ß√£o de Ribeiro, “alguns estados e algumas redes infelizmente est√£o politizando o assunto de educa√ß√£o, tratando as crian√ßas como pe√ßa de manobra política”.

Ele criticou também discursos que tem ouvido, segundo os quais seria necess√°rio vacinar crian√ßas antes de se dar início ao retorno das aulas. “Daqui a pouco o discurso vai ser vacinar os pais e avós, e aí n√£o se volta mais”.

Dirigindo-se aos “narradores da narrativa de que tudo vai mal”, que segundo ele “regularmente tomam emprestados exemplos de fora para mostrar nossos erros”, Ribeiro disse que, agora, o país tem de “buscar exemplos de fora para mostrar que estamos errados em n√£o restabelecer a aula presencial”.

Agência Brasil/Ministério da Saúde

Fonte: Reprodução Quilombo Mais

Tags:   Saúde
Comunicar erro
Orcontabil -

Coment√°rios

nespolo 3
Mahh - Marcela
MVA